quinta-feira, 7 de abril de 2011

Totemismo; a mais antiga manifestação religiosa da humanidade.

As Socidades totemicas escupiam seus totens.
Para os estudiosos da Religião o totemismo é das mais antigas manifestações religiosas da humanidade. Mas o que é isso; totemismo? O totemismo baseia-se na crença da existência de uma relação próxima, como parentesco, entre determinado grupo de pessoas, denominado clãs, e objeto naturais sagrados como animais e plantas, chamados de totens, em outras palavras é uma ligação mística do homem com seres da natureza. O termo totem deriva da palavra indígena OTOTEMAN, do idioma dos índios algonquinos, do leste dos Estados Unidos.
O totem é um símbolo do grupo, um verdadeiro brasão que identifica aquela comunidade, inclusive é muito comum que os membros de um clã procurem adotar a aparência do seu totem.
Um conceito fundamental no totemismo é o MANA que o missionário inglês Codrington, o primeiro homem a estudar essa idéia na Melanésia, define como:
“Uma força, uma influência de ordem imaterial e, em certo sentido sobrenatural; mas é pela força física que ela se revela ou então por toda espécie de poder e de superioridade que o homem possui.”
O totemismo é rico em cultos e rituais, que podem ser divididos em quatro tipos:
1. Cultos Negativos - são as cerimônias que visam concentrar sobre uma única pessoa um completo sistema de proibição;
2. Cultos Positivos – são as festas e celebrações;
3. Cultos representativos – formas de relembrar as origens, evocando épocas longínquas;
4. Ritos expiatórios – festas tristes que tinham por objetivo enfrentar uma catástrofe; recordá-la ou deplorá-la.
____________________________
Biobliografia:
DurKheim, Emile. As formas Elementares da vida Religiosa: o Sistema Totêmico na Austrália, (1989), Ed. Paulus  

3 comentários:

  1. Quero parabenizar a coluna,por nus auxiliar nessa busca pelo conhecimento.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a linguagem atribuível ao texto, fácil de se compreender!

    ResponderExcluir