terça-feira, 24 de maio de 2011

Sermão: Maravilhosa Graça – exposição de Efésios 2: 1-10.

Introdução.
1. A carta aos Efésios sem duvida é uma missiva que chamou a ainda chama a atenção de muitos estudiosos e cristãos que se dedicam a sua leitura. David Hale em sua Introdução ao N.T afirmou que “Se fosse realizada uma eleição para decidir qual seja a maior das cartas de Paulo, Romanos seria escolhida; mas, a Epistola aos Efésios seria uma segunda, muita próxima.” João Calvino dizia que ela era a sua favorita. Samuel Coleridge, um grande poeta e filosofo do século passado, chamou-a de a mais divina composição literária.  
2. Os primeiros capítulos da carta nos revelam o propósito eterno de Deus para com os seus Santos, a Igreja. Esse propósito foi executado na obra redentora de Cristo, e pela ação cotidiana do Espírito Santo na vida dos crentes (Ef 1. 1-23). Então, no capítulo 2 o apostolo nos mostra que esse propósito de reconciliar o ser humano com sigo foi possível mediante a sua graça leal e eterna (1. 1-10). Vejamos então o ensino de Paulo, sobre a graça que foi poderosa para nos reconciliar com Deus.
I. NOSSA CONDIÇÃO (v. 1-3).
i. Mortos (v. 1).
a) A expressão de Paulo não é uma figura de linguagem, mas o estado espiritual real daqueles que se encontram em estado de indiferença com Deus por causa do pecado, “o salário do pecado é a morte...” (Rm 6. 23a).
ii. Escravizados (v. 2-3a).
a) do “curso deste mundo” – o sistema corrompido pelo pecado nos prendia, com suas idéias e filosofias, o tipo de vida que o mundo exigia de nós, nós vivíamos.
b) “do príncipe da potestade do ar” -  Satanás que atua como “pai da mentira” conduzia-nos ao pecado cegando o nosso entendimento como Paulo diz em 2Co 4. 4; “os quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da gloria de Cristo, o qual é a imagem de Deus.”     
c) da “vontade da carne e dos pensamentos” – longe de Deus o que regia a minha vida era eu mesmo, e tudo que fazia não correspondia as exigências de Deus, para uma vida de santidade.
iii. Condenados (v. 3b).
a) A ira de Deus significa hostilidade pessoal, reta e constante de Deus contra o mal, a santidade de Deus condena o pecado.
II. O QUE DEUS FEZ?
i. Nos vivificou-nos, deu vida (v. 5).
a) antes mortos, agora vivos, pois Deus está presente na minha e na sua vida.
ii. Ressuscitou-nos (v. 6b). 
a) ressuscitamos juntamente com ele, para uma nova maneira de viver. Como Paulo diz; “Portanto, se fostes ressuscitado juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado a direita de Deus.” (Cl 3: 1). A seguir nesse texto o apostolo mostra para que morremos e para que vivemos (v. 5-17).
iii. Exaltou-nos, nos fez assentar nos lugares celestiais (v. 6b).
a) essa expressão de Paulo revela a nossa nova cidadania. Somos cidadãos do céu; “Pois nossa pátria está nos céus...” (Fl 3: 20a).
III. PORQUE DEUS FEZ ISSO?
i. Sua misericórdia (v. 4a).
ii. Seu amor (v. 4b).
iii. Sua Graça (v. 5,8).
vi. Sua bondade (v. 7).
IV. COMO DEUS FEZ ISSO?
i. Não de nós e por nossas obras (v. 8b-9).
ii. Mas pela graça, por meio da fé (v. 5).
Conclusão:
Podemos dividir este texto em três tempos: passado, presente e futuro.
1. No passado ele apresenta o que éramos.
2. No presente apresenta o que somos.
3. E no futuro apresenta o que seremos. No verso sete a igreja será a demonstração eterna graça de Deus, ou seja, o testemunho da manifestação de Deus e do seu poder.
A graça de Deus é leal e eterna para livrar qualquer individuo que se encontra em condição de indiferença com Deus, é poderosa para livrar da morte, escravidão e condenação do pecado e ainda fazer-te testemunha do poder de Deus.    


 
  
        

Um comentário:

  1. Romario, Bom dia.

    Queria parabenizá-lo por deixar o espirito santo guia-lo nessa explanação. Realmente aqui o Apostolo Paulo guiado pelo espirito Santo quer nos nos mostrar como eramos depravados, inúteis, desprezíveis sem amor, Mas em cristo somos vivificados pela sua Graça. Oh Glória!!!!
    Onde entrou o pecado; também superabundou a graça.
    Que Deus continue te usando para o louvor da sua Gloria.

    A saber: Se confessar ao senhor Jesus e em teu coração Crê que Deus o ressuscitou dentre os Mortos serás Salvo. Romanos 10:9

    Porque todo aqueles (qualquer pessoa) que invocar o nome do senhor Jesus será Salvo. Romanos 10:13

    Paz do Senhor..

    ResponderExcluir